Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BRASÃO

 Nadir A D'Onofrio


Um presente do Portal
É algo especial!
Gostaria de ser poeta...
Em versos agradecer
Poeta eu não sou
Rima não sei fazer...
Não sei, se vou ou fico
Se digito ou telefono
Meu brasão aqui está
Gravado...em CD ficará
Lembrança que guardarei
Com saudade lembrarei
Das horas que aqui passamos
Brincadeiras que trocamos...
Há quem diga, que isso é besteira
Tempo perdido em asneira
Pouco importa saber
Se é tempo ganho ou perdido
Ficar tanto tempo sentada
À digitar  sem parar...
O que quero mesmo?
Brincar sem Abusar...
Com essa turma fantástica
Que vê em tudo um bom motivo
Transformando logo em piada
Só tem que existir a razão
P’ra armar a confusão.
Aqui não escapa nada ...
Que o diga o Sr Carlos
Com seu famoso cordão....

30/01/2005
Santos SP




Nadir DOnofrio
Enviado por Nadir DOnofrio em 06/03/2005
Reeditado em 28/04/2011
Código do texto: T5809

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir DOnofrio
Santos - São Paulo - Brasil
940 textos (96371 leituras)
145 áudios (12666 audições)
18 e-livros (4223 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/16 21:10)
Nadir DOnofrio

Site do Escritor