Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALMAS BRANCAS

Brancas paredes, ar asseado...
Micróbios dizimados...
Cheiro de vida,
Que afasta a morte.
Nem todos têm sorte...
Uns passam...Outros ficam.

Luzes que ofuscam,
Os olhos de quem
Deitado na mesa
Deposita a certeza
De dormir
E novamente acordar.

Nas mãos daquele
Que segura a seringa,
Injeta na veia
O anestésico final.

Face oculta,
Pela máscara que cobre
Seu rosto...Seus gestos
São apenas expressos
Nos olhos que fitam,
Dando alento e coragem
Ao paciente,
Tantas vezes temeroso
Receoso de não acordar mais.


Nas mãos,
O destino daquele que opera,
Que salva a vida;
Cicatrizando a ferida,
Que dói,
Que corrói...


Herói de branco,
Tão sacrificado,
Às vezes acusado,
Quando os desígnios de Deus
Realizam-se e o paciente
Em plena cirurgia
Cessa de viver.


É assim o destino
Do cirurgião e seus auxiliares,
Internos, residentes, enfermeiras...
Toda equipe branca
De alma imaculada
Dá a certeza da vida
Àqueles que entregam
Seu dom mais precioso
Em suas mãos.


Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 18/10/2005
Código do texto: T60739

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916754 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:19)
Denise Severgnini