Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTIGMA SINGULAR (Comentem)

Desce ó abelha
Prolifera teu amor
Alimenta-se do carinho
Nas costas de flor à flor

Abençoada a tua sina
Que te possibilitou esta junção
Tatuagem, camuflagem
Imagem em singular disposição

E a bióloga conduz
Na tua pele os traçados
Da flor, da abelha
Do artista abençoado

Deste ser que nunca pousa
Que ficou preso à paixão
Estabelecendo por encanto
Seu mundo e dimensão

Está presa a abelhinha
À flor, à doçura
Epiderme convertida em quadro
Classes biológicas, botânica, pintura.

Esse texto é dedicado à querida Gisele, feito unicamente a partir da tua tatuagem... Singular como você.

Todos os direitos reservados ao autor
Registrados na FBN - Fundação Biblioteca Nacional
Poeta Urbano
POETA URBANO
Enviado por POETA URBANO em 06/09/2007
Reeditado em 06/09/2007
Código do texto: T641266
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
POETA URBANO
Camaçari - Bahia - Brasil, 42 anos
532 textos (13156 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 07:01)
POETA URBANO