Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMO ESTÁS?

(Para minha esposa, que, pela fé, vence
um cruel e astuto inimigo! – Em Seu Aniversário)

Sem querer, nesta hora, incomodar
Só queria ter certeza que estás bem
No longo inverno que passamos
Frio, tenebroso, surgiram, logo, raios de sol
Que se projetam além das nossas dores!
Dores por dores, sofreu
Muitas dores, um Amigo teu!

Eu nem podia perguntar sobre a tua dor, sentida
Eu nem sabia, então, como fazê-lo
Estava eu, também, sofrendo dores
Que na verdade, eram muitos dissabores
De quem não se preparou para o pior
São os rigores dos impactos na vida!

Pediste-me abraço, à porta, aquele dia
Deixou-me, a pensar, bastante, neste gesto
Terás o meu abraço, todo dia
Preciso de um abraço, eu queria um de volta
Como aquele apertado que te dei
Desejo que estejas muito bem, passadas as lutas
Venceste bem o cruel e astuto inimigo
Pelo amor de Deus, o nosso Pai Querido
Por Graça de Jesus, nosso Senhor, eu sei!

Sobradinho-DF,                28/08/07
abello
Enviado por abello em 13/09/2007
Reeditado em 15/09/2007
Código do texto: T651471
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
abello
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 75 anos
937 textos (65903 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 13:17)
abello