Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESSE TEU OLHAR DE MULHER GUERREIRA

 P/ CORA CORALINA


 
Vago, distante, penetrando num mundo
que era só teu
em teus momentos que se encontrava no sótão
de tua casa
com o borralho no telhado
o fogo a lenha
os doces cheirosos
que nunca queimava
nem quando adormecia.
A vida passava por ti em momentos
de solitude
e isolamento
em tua cadeira sozinha
onde como a um filme
vinha tuas histórias,
tuas idéias
teus sonhos
tuas viagens imaginárias
e reais pelas estradas
onde teus pés deixaram marcas de sangue
que nunca serão apagadas.
Cora, minha Cora
Aninha da rua da Ponte
nunca esquecida
pelos que realmente te amaram.
E os que não te entendiam
eram pequenos demais,
pois se você nascesse hoje
ainda seria muito cedo pela tua sabedoria
de alma pura e elevada.
Saudades de ti minha Aninha
da rua da ponte
onde minhas lágrimas eram derramadas
também pela incompreensão
do povo goiano.
Mas conseguimos sempre hastear nossa
bandeira do amor e da paz
E você, Mestra amada
nos ensinou o caminho
do caminhar sem medo
despida
nua e cristalina
mas sendo o que somos.
Goianos que não temos medo
de sermos amor.
zelisa camargo
 
31.07.04
04.16
ZEL
Enviado por ZEL em 17/03/2005
Código do texto: T6875
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ZEL
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, 69 anos
311 textos (33906 leituras)
8 e-livros (802 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/16 22:44)
ZEL