Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GUEREIRO: FORÇA AÍ

AO MEU AMIGO E PARCEIRO WILSON CERQUEIRA
     
                                                                          JANJÃO
Força guerreiro de nosso tempo
Tempo de reconstruir lutas e
Caminhos, sem sobressaltos
Sem titubeios e rodeios.

Força guerreiro da simplicidade
Do jeito humildade
Do escalar as montanhas
Da verdade escancarada

Força guerreiro das ruas
Urbanas, nem sempre calçadas,
Seguras, mas estrada de gente
De todo tipo, á escolher

Força guerreiro de tantas batalhas
Quantos moinhos de vento, não
Atacou?. Mas quantos reais não
Venceu?, sem esquecer dos moinhos?.

Força guerreiro, de tantos sacrifícios
Do chão de fabrica, explorado e espoliado
Das madrugadas frias, mas quentes
De solidariedade e esperança.

Força guerreiro, amante da melodia
Simples, mas mágica aos ouvidos
Atentos, e dispostos a viajar
Ao som da viola e do canto

Força guerreiro, operário, cantador
Fiel ao criador.
Protetor de seus rebentos,
Santo e lutador.

dialetico
Enviado por dialetico em 10/10/2007
Código do texto: T688167
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
dialetico
Limeira - São Paulo - Brasil, 55 anos
179 textos (9942 leituras)
8 áudios (326 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 19:38)
dialetico