Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À DINAH

     "Nestor Tangerini, consagrado escritor e filólogo
     brasileiro, encontrando-se recolhido a um leito
     do Hospital de Pronto Socorro, em virtude do desastre
     de ônibus ocorrido a 20 de janeiro último, do que lhe
     adveio a perda do braço esquerdo, impossibilitado de
     ver seu filhinho Nirtinho, nascido no dia 11 de
     fevereiro p.p., escreveu, no próprio leito de dor,
     este lindo soneto, que dirigiu à sua esposa.

Nasceu Nirtinho, o príncipe encantado,
o filhinho de nossa adoração,
o herdeiro de um paupérrimo reinado
que tu enriqueceste de ilusão.

Ante meu braço esquerdo decepado,
com que te apertei muito ao coração,
todo o teu sonho viste derrocado...
Mas Nirtinho lhe deu ressurreição!

Dizem que, de tão lindo, não tem par,
e, louco por falar, faz grande alarme.
E eu como anseio de o sentir falar!...

Não para ouvir papai, que é tão comum;
mas, vivinho e curioso, perguntar-me
por que ele tem dois braços e eu só um".

NTT.

Publicado no jornal O BOTAFOGO, Rio, 2/3/1940, p. 3.

DINAH MARZULLO TANGERINI
*1/6/1917, Rio de Janeiro, DF,
+22/10/2005, Rio de Janeiro, RJ.
Bergamota
Enviado por Bergamota em 08/11/2005
Código do texto: T68961
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bergamota
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 121 anos
104 textos (3806 leituras)
4 e-livros (92 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:17)
Bergamota