Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A PROCISSÃO

     [A casa do poeta negro CRUZ E SOUSA continua
     existindo em nossos pensamentos]

     Para o escritor Uelinton Farias Alves, meu amigo

A procissão
carrega seus próprios cadáveres
para a sepultura
- esperança de recuperar o mundo
de todos os presságios.

Vestes berancas, almas brancas
impuras,
impuras impressões
de nossas impuras visões...

A procissão
enterrará suas almas
e o mundo ficará deserto
de todos os nossos sonhos.

NMT.

"Uelinton e eu tentámos impedir a demolição
da casa onde morou o poeta simbolista Cruz e Sousa,
à Rua Cruz e Sousa, 172, no Encantado,
subúrbio do Rio de Janeiro.
Apesar de nossos protestos
e de nossa peregrinação à Prefeitura do Rio,
a casa foi demolida".
Nelson Marzullo Tangerini
Enviado por Nelson Marzullo Tangerini em 09/11/2005
Código do texto: T69118
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson Marzullo Tangerini
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 61 anos
249 textos (19883 leituras)
1 e-livros (9 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:31)
Nelson Marzullo Tangerini