Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sempre poeta

Sou poeta da lua e sou poeta da rua.

Sou poeta do dia e sou poeta da rima.

Sou poeta da vida.

Os versos que escrevo,

Escrevo com fervor.

Sou a que busca na vida,

Encontrar um grande amor.

Amor incondicional, não passional.

Um amor que liberta, não aquele que escraviza.

Um amor que seja eterno, nem que dure apenas um instante.

Sou a que tem a esperança escondida,

E a experiência vivida.

Sou aquela que passa e ninguém vê.

Sou dona de mim mesma.

Sou dona da minha vida,

E do meu destino.

Sou quem acredita na fé, e na oração.

Sou a que entrega o coração.

Sou a incessante busca pela felicidade.


Adriana Parise Pinheiro
Enviado por Adriana Parise Pinheiro em 15/10/2007
Código do texto: T695088

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Adriana Parise Pinheiro
Santiago - Rio Grande do Sul - Brasil, 38 anos
40 textos (4180 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 21:42)
Adriana Parise Pinheiro