Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Sem voçê

Sem você?
Sou flor sem cheiro.
Sou ave sem ninho.
Sou primavera sem sol.
Sou um passarinho
Caído do ninho.
Sou aluvião de rio.
Sou o mar em calema.
Sou chuva de pedra.
Sou a neve eterna.
Sou porta cerrada.
Janela fechada.
Sou sonho e não utopia!
Mas sou eu
Porque se quiser
As regras eu mudo.
Mendigo com frio.
Casa sem calor.
Casal sem amor.
De costas viradas.
Tempestade apagada
Esgotou-se a rajada
Sorriso enganoso
Música sem tom
e continuo eu
Porque com as mãos
Eu afago, feridas
Abertas ulceradas
E a multidão
Por onde caminho
Nada sabe de mim
Não espero prémios
Nem braços abertos
Apenas a esperança
Ainda não morreu
E das minhas memórias
Há gratas lembranças.
E ainda sou eu
Porque sou tudo isto.
E mais eu não digo.
Fica para outra vez

de t,ta
Tetita
Enviado por Tetita em 26/10/2007
Reeditado em 26/10/2007
Código do texto: T710367

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tetita
Setúbal - Setúbal - Portugal
1397 textos (80789 leituras)
65 e-livros (5632 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:53)
Tetita