Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Imortalizada

Quando terminar de escrever este "caderno"
Ficara imortalizada apenas quem quero
Pois foi tirado das lembranças que tenho
Um por um dos meus versos

E assim ficara no descanso eterno...
Só sobrevivera quem eu gosto e quero
Pois me encontro...em plena sábedoria...
Para jugar...quem pode

Não é dificil a escolha...não é...
Minha mente já sabia
Quem eu eternizaria
"Em cada estrofe deste verso"

Embora outras fizeram parte
Mas essa é que ainda bate
Neste coração solitario
Que resolveu amar quêm não pode !

E para sempre viveras imortal
Não poderas "morrer mesmo que morra"...
Pois neste poema te escolho
Para sempre viveras imortalizadas...meu grande amor.

Nuno da silva pereira
Enviado por Nuno da silva pereira em 26/10/2007
Código do texto: T711141

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nuno da silva pereira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
22 textos (1128 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 08:17)
Nuno da silva pereira