Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mãe

Eu te vi caminhar.
Com pernas de algodão
Sobre plumas tu andavas.
Em teu seio, meu deleite
Era pleno de satisfação.
Em teus olhos eu buscava
Respostas que o amanhã omitia.
Em verdade, sempre serenos,
Cortavam como a lâmina afiada
Que em meu alforje carregava.
Os tempos se renovaram
E a flacidez teu corpo censurou.
A experiência aprendida
Fez preencher a vida percorrida.
Pareceu não haver mais tempo
E ao regaço mais célebre
Deixou-se cair o corpo.
Um clarão se fez presente
E o filho surgiu em agradecimento.
No fio da estrada, eu vi
Sorriste com serenidade,
Plena em harmonia
Tingia de branco os cabelos
E dava novos coloridos à vida.
Brilhou os olhos
E a boca forjada pelo amor
Abençoou o continuar
Dos terrenos dias,
Cheios de alegria
E com a força que lhe é comum.
Paulo Araújo de Lima
Enviado por Paulo Araújo de Lima em 27/10/2007
Código do texto: T712113
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar o nome do autor e o link "paulolima.recantodasletras.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Araújo de Lima
São Paulo - São Paulo - Brasil, 52 anos
174 textos (13714 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 19:00)
Paulo Araújo de Lima