Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Orlando Silva

seda ou veludo?
tua voz, mais que tudo
o que nos faz sentir,
nos aumenta na alma
o prazer de escutar
como a vida se acalma
quando estás a cantar

pelo que tu passastes
com os teus sofrimentos
muitos outros passaram
foram aqueles momentos
da temida Odisséia
que está sempre presente
na vida do artista

irascibilidade
temor, frustração
irracionalidade
e a total sensação
de que não há verdade
tu fizestes que alguém
muito perto de ti
percebesse e chorasse
quantos tu magoastes?
é possível, é possível

o artista é assim
sofre mais que ninguém
sempre apenas também
pra mostrar que é cruel
ser perfeito e que o céu
nunca é o limite
sendo o céu um palpite
infeliz de Noel

mas tua voz, ela embala
quem a ouve se rende
ao sabor da canção
e a minha se cala
porque ela entende
que devo me render
à voz de uma mulher
porém, quando te ouço
sei que sempre me traio
e não posso evitar
a vergonha do choro
um misto de tristeza
e de muita alegria
como posso num dia
me fartar da beleza
da voz tua, Orlando?


Rio, 25/10/2007
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 28/10/2007
Código do texto: T713722

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6776 textos (146879 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 20:22)