Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                      Gabriela Prado Maia Ribeiro.


                     Luiz Claudio Bento Da Costa.



G abi, Gabri, Gabriela...
A lguns humanos, não mudam nunca
B atizam as palavras de Deus, com cachaça
R essoa com ecos, as dores nas pessoas, por você
I ntentos, só intentos foram feitos, até então
E legemos políticos, que nos traem
L embremos sempre, que a violência, vem da corrupção
A vida de pessoas inocentes, são ceifadas

P ropor um meio de liberdade, nessa guerra
R aios e trovões indignados, desse tempo
A lados, os anjos te conduziram ao céu
D ias de glória, você vai ajudar a acontecer
O s oportunistas de plantão, perderão os olhos

M esmo assim, o teu amor será eterno
A qui buscamos, compreender a vida
I nsistimos num mundo, melhor
A tamos as mãos pela vida, em correntes de amor

R ios do teu Eudorado, alimentam as esperanças
I nquiri essa poesia por você, para não te esquecer
B orde as flores do paraíso, porque é certo o amor
E is que a saudade dos seus pais, seja abençoada
I mproviso de carinho, talvez letras em desalinho
R eafirmo, respeito pela vida e por amor 
O s olhos de Deus estão contigo, olhe por nós.


                                              PERDÃO!!!

Gabi, Gabri, Gabriela...
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 31/10/2007
Código do texto: T718025
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 55 anos
736 textos (26906 leituras)
1 áudios (179 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 18:07)
Condor Azul