Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DERINHA


Tem presente que fascina...
Outros que nem tanto, mas, em algumas poucas
Vezes na vida, somos agraciados com algo
De inigualável valor, tão caro, tão raro
Que nele, nunca colocamos preço.

E todo apreço que expressamos ao feito
Ainda é pouco para demonstrar nossa gratidão.
Às vezes, pela importância do objeto
Em outras, pela beleza do afeto!

Ontem ganhei um destes presentes
E veio de uma pessoa que nem conhecia
Em nossa primeira conversa, foi tanta empatia,
Tanta sintonia, que fiquei maravilhado!

Impressionou-me a alegria e o jeito
De dizer as coisas, a simplicidade
E, sobretudo a gentileza em ofertar-me
Algo de rara beleza, que ficará guardado
Em mim, para sempre!

Derinha minha amiga!
É nesta hora que o poeta perde a fala, emudece...
O pensamento se embaralha, transformo-me 
Quase criança brincando nas alegrias, rindo a toa...
Oh coisa boa!

Hoje, agradecido, ao mesmo tempo em que honrado
De fazer-te pobres versos, tão ricos da felicidade 
Que confesso, encheu de alegria a minha vida.
Obrigado Querida!



Vejam o presente que ganhei da Derinha.

http://www.youtube.com/watch?v=yq8b9c3nju0


paulo cesar coelho
Enviado por paulo cesar coelho em 31/10/2007
Código do texto: T718347

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
paulo cesar coelho
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
2608 textos (509545 leituras)
57 áudios (6113 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 20:46)
paulo cesar coelho