Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARA ALGUÉM PRESTES Á MORRER

PARA ALGUÉM PRESTES Á MORRER

Oh, sei o que sente neste momento de intermináveis sombras
E que pode fazer pode destruir tudo e todos que lhe cercam
Mas lhe falo do que não poderia ser feito antes de tudo
Então somente o que fez não alterou e nos restaram as sobras

Você tentou subir para onde poderia estar mais seguro (a)
E  agora pode ver o lhe deixou, olhando para trás
Doravante o seu olhar tão denso e obscuro sobre a vida
Tão feia tão fria e mordaz, e que não sente o que é na verdade
O caminho que deve ser seguido e o portal que ela lhe trás

Você pode quebrar esta imensa escuridão de uma vez
E sei que você possui esta força, tão grande, ativa
E então a barreira se desfará com fraca poeira
Tão fraca e dissolúvel como um pequeno medo de criança
Erguera a valorosa espada em que somente os grandes
A sustentam com a justiça, sólida pura e altiva

Somente a incrível força que te faz vivo(a)
Como o grande e inevitável despertar
É no seu devido e prometido lugar
É onde vai com esta  interminável canção

O que procura sempre estava na sua frente
Como sempre estará intocável somente
Para ser desbravável eternamente assim
Como o grande colonizador do seu
Somente seu poderoso e imbatível coração.


  Dedico esta poesia á todos os corações valorosos que conseguiram sair das cinzas do do sofrimento de suas almas e ergueram suas          honradas espadas dos seus corações,com a coragem de se tornarem melhores á cada dia.


Aluísio Bórden
Enviado por Aluísio Bórden em 21/11/2007
Reeditado em 21/11/2007
Código do texto: T746204

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluísio Bórden
Teresina - Piauí - Brasil, 43 anos
232 textos (10603 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 20:56)