Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Brumas

Belas brumas, Brumadinho, só se encontram em um lugar.

Num lugar bem mineirinho, onde se vê o rio passar.

Seus caminhos, sua gente, me trazem recordações.

De quando era prudente ir dormir sem se afobar.

Seus barulhos minha gente e seu povo a festejar, trás de volta minha infância onde tantos querem estar.

Se olhares da janela, logo ao amanhecer, veras que desta gente tens muito que aprender.

Não a frio, não a brumas, que os façam esmorecer.

Logo cedo, bem cedinho, já estão a prosear.

Prosa boa, das antigas, com amigos a passar, e você que é de fora começa logo a gostar.

Tem amigos nas esquinas, sempre a confabular, sobre tudo desta vida, mas sem se apressar.

Pelos bares da cidade, novas estórias vai ouvir, muitos mitos, muitos causos, te farão imaginar, como viveste até hoje sem ser neste lugar.

Venho de uma cidade, onde todos só têm pressa, e com isto o que se passa? Nossa vida bem depressa.

Preste atenção meu amigo, no que acabo de dizer. Se quiser viver a vida, viva sem pestanejar, venha pra cá um dia, conhecer este lugar.

Pode ter uma certeza, que um dia irá voltar, e se Deus quiser amigo, vai ser para ficar.

Wagner Pawlowski
Enviado por Wagner Pawlowski em 28/11/2007
Código do texto: T756087

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Wagner Pawowski Queiroz). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wagner Pawlowski
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 54 anos
71 textos (4094 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 20:45)
Wagner Pawlowski