Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A AURORA DO POETA

O TEMPO É COMO O VENTO...
PASSA E NÃO VOLTA.
REDEMOINHOS VELOZES,
ONDA DE ESPUMAS...

COMO AS BRUMAS,
RETORNA NAS MADRUGADAS,
NOS SONHOS,
NA HISTÓRIA...

COMO DÓI A GLÓRIA
SERENA E SILENCIOSA
DO POETA.

AS PALAVRAS
SOLTAS E VADIAS,
ROLANDO POR NOITES
ALCOÓLICAS OU BRAVIAS,
PENETRAM VIBRANTES
E DANÇAM, ESVOAÇANTES,
NAS MENTES EMBRIAGADAS.

RETORNAM E PASSAM
COMO ROSAS DESPEDAÇADAS...

UMA POESIA
INACABADA...

UMA VIDA...

UM MOMENTO...

O POETA,
VÍVIDO SENTIMENTO,
RETORNA
ETERNO COMO O VENTO.

FEROZ OU TERNO
COMO AS VAGAS,
NO VAI E VEM
DAS AREIAS,
EVOCAM SEREIAS,
QUE, NA PAIXÃO
DO CANTO, ENCANTAM
O MOMENTO.

ASSIM
COMO O VENTO,
QUE SE ESVAI
NO PENSAMENTO...

OS VERSOS,
QUE GRITAM OU CHORAM,
COMO A VIDA
RESERVAM
AMOR E ÓDIO,
CORAGEM,
COVARDIA,
E RETORNAM,
COMO AVE VADIA
NO SEU MIGRAR
TEIMOSO,
AO INÍCIO DE TUDO –
O LOCAL AMOROSO,
TRAUMÁTICO,
RAIVOSO,
QUE A TROUXE AO MUNDO.

NESTE INSTANTE PROFUNDO
(ENCONTRO COM O DESTINO
CONSTRUÍDO EM FANTASIA)
RETORNA O POETA
PLENO EM POESIA...

RADIANTE
AO FIM DO DIA,

EMBRIAGADO
NA MADRUGADA,

ENSANDECIDO
NO NASCENTE,

SONHANDO,

COM O CORAÇÃO
EMBOTADO DE CANÇÕES,

O DIA NOVO,

QUE NASCE
AO ENTARDECER.

 (HOMENAGEM A FEDERICO GARCIA LORCA)
Rafael Cabral Cruz
Enviado por Rafael Cabral Cruz em 28/11/2007
Reeditado em 02/12/2007
Código do texto: T756130
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Rafael Cabral Cruz, São Gabriel, RS.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Cabral Cruz
São Gabriel - Rio Grande do Sul - Brasil, 53 anos
61 textos (1918 leituras)
5 áudios (176 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 00:35)
Rafael Cabral Cruz