Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CAXIAS -- MINHA CIDADE JUDICIÁRIA


Verdores belos, Caxias,
Na Princesa do Sertão,
Terra de Gonçalves Dias,
Cidade que fará atuação,
No berço da eficiência,
Ergues teu nome na nação.

Cidade Judiciária!
Linda terra dos cocais,
Palco da célere área,
Est`aqui nos babaçuais,
Ladeadas nas áureas,
Jurídica em palmeirais.

Amada na constelação,
És, Central jurídica,
Servirás aos cidadãos,
Sem fazer qualquer medida,
Unind`as repartições,
Nas causas bem resolvidas.

Harmonia dos poderes,
Ligando num só lugar,
Acordes da nação em três,
Os poderes vão brilhar,
Caxias com altivez,
Toda a vida vai ficar.

Ó Celeiro jurídico,
Nascendo em Caxias,
A primeira do artigo,
No direito e poesia,
És cenário atrativo,
Deusa da galantaria.

Caxias - índios Gaunarés,

Grandes Guaxinás e Caicais,

No cultivo de áloe e aloés,

Filhos da margem esquerda

Do meu Rio Itapecuru,

Extintos e sem história.

 

Maranhão de Caxias!
Tu, navegas na frente,
Exemplo de ousadia,
Futurista e luzente,
Com bastante alegria,
Solução abrangente.

Gran rainha do babaçu,

Do Grabiel Malagrida,

Jesuíta, o grande santo,

Padre, artista e fiel,

Amansador dos índios,

Inda passou por Caxias.

 

 

Levando as missões de fé,

Aconselhou as mulheres,

Tentou fazer um albergue,

Poesia, hoje lembrado,

Santo Padre queimado,

Vivo, Inquisição e fogueira,

 

Caxias é Caxias!

É a dança do Lili,

Do Bacuri e buriti,

É Cidade Judiciária,

Comarca cultural,

Da Justiça Federal.

 

Triunfo do orgulho,

É a Subseção de Caxias!

Espelhando nos cocais,

Poderio maior Judicial,

Babilônia do Maranhão,

Hércules da grande Nação.

 

Varão Morro do Alecrim,

Foi Balaiada e balaios,

Sempre fonte Veneza,

No Escudo sempiterno,

Igrejas, praças – Pantheon,

Um berçário materno.

 

Será a futura sede,

Da Polícia Federal,

Ministério Público!

Poderes harmônicos,

Enaltecendo Caxias,

A Justiça Federal,


Pra várias cidades,

Da torrente Maranhão,
Tudo é felicidade,
Que mexe no coração,
Do povo com agilidade,
O nome do Maranhão.

 

ERASMO SHALLKYTTON
Enviado por ERASMO SHALLKYTTON em 28/11/2005
Reeditado em 26/06/2007
Código do texto: T77645
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ERASMO SHALLKYTTON
Caxias - Maranhão - Brasil
4168 textos (2054856 leituras)
1 áudios (971 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:38)
ERASMO SHALLKYTTON

Site do Escritor