Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dom Quixote!

   " A Maurélio, meu querido Dom Quixote. O seu merecido cafuné. Espero que goste, vai temperado com pimenta e muito carinho."


Tens no olhar,

A travessa ternura impressa.

Despachado, engraçado, sensível.

Meu amigo poeta.

Traça quimeras infidas...

Românticas, sofridas, divertidas!

Em linhas, escritas douradas de sonhos.

Trocando em miúdos,

Eclético tu és.

Revira do avesso o que lê,

Reveste, fazendo saber,

O seu entender dos sentimentos...

Do chorar sofrer, sorrir se dar.

De tantos poetas e amigos,

Que sei faz aqui do recanto,

Ponto de encontro, de troca de sonhos.

Despertas poeta, muitos amores.

No comentar, descrever,

Socorrer no versar.

Trazendo de novo um sorriso.

A corações desavisados de perigos.

Foi assim comigo!

Desculpas escrevi, com o coração partido.

Meu amigo, vejam só,

Por mim se pois ofendido.

__Falsos profetas! Alardeia.

Deixa em minha mesa mensagem.

Carinho, comovente gentileza,

Toucou-me teu gesto de grandeza!

Meu Cervantes das letras.

Por isso poeta, vai ai meu cafuné,

Deito-te no colo,

A hora que você quiser!

Beijos!
Observadora
Enviado por Observadora em 01/12/2005
Código do texto: T79522
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Observadora
Salvador - Bahia - Brasil, 50 anos
487 textos (27392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:15)
Observadora