Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Único.

Chega e já se sente o dono,
Com sua coroa se mira um rei.
No espelho um qualquer,
Um mendigo, um sobrevivente.

Da sua vida, lá de longe,
Se articula e soa bem
Para todos.

Muitos costumes estranha.
Respira diferente, devagar.
E seu andar, com graça,
Ligeiro; seguro e vivido.

Ecoam seus risos,
Dessa vida desconhecida
De todos.

Por dentro é tudo;
Ao redor é tudo;
Suportar é tudo.
Assim ele pode e assim ele é,
Único.
Pancho
Enviado por Pancho em 06/12/2005
Código do texto: T81807
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pancho
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 30 anos
33 textos (1091 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:33)