Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ELEGIA

GIGANTE E ALVA,
EMPERTIGADA ERGUE-SE APONTANDO O CÉU.
MAJESTOSA E MACIA LANÇA AO VENTO SEU VÉU.

CASTA NÃO É MAIS,
TRÁS NAS ENTRANHAS GUARDADAS
CORUJAS BURAQUEIRAS,
SIRIS, TATUÍS,OUTROS MAIS
CERCEIA O MAR DANDO ABRIGO
AOS ANIMAIS.

POR ELA PASSEAMOS, MERGULHANDO
OS PÉS EM SUA FOFURA DE NUVEM...
VAMOS LÁ NO ALTO TENTANDO ALCANÇAR
O VÔO DOS ANJOS OU DOS GAVIÕES
QUE POR AQUI SURGEM.

DUNA MÃE, MAJESTADE
CABO FRIO MORA EM TÍ...
QUE DOCE REALIDADE...
ESSA ELEGIA É PEQUENINA
MEDIANTE TI MAJESTADE.


Laura Duque
Enviado por Laura Duque em 11/12/2005
Código do texto: T84029
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Laura Duque
Cabo Frio - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
294 textos (23183 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:45)
Laura Duque