Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nascimento

Quantos foram os seus descendentes
desde  o nascente ao poente
ao nascer o dia a contemplou
a noite a acolheu e lhe acalentou
no mais pleno amor, enquanto o silêncio
e o cantar dos  pássaros te acalmou

Embora com tamanha candura
fostes criadas com tanta bravura
que mais tarde lhe  serviu de cura
na sua longícua brandura

Viveste uma infância no mais pleno rigor
e ao desabraochar da flôr, a vida que lhe
trouxe ao mundo se ausentou, em consequência
de uma outra vida  que o seu ventre gerou

Daí em diante só lhe restou os  dias
que assim a conduzia as casas de  suas tias
que  com tamanha  covardia  a humilhava dia a dia

Com tamanha dedicação nas sua obrigações
foste criada na mais dura servidão no  mesmo
sangue que lhes corriam nas veias não  faltou
flagelação

Em lar abastado e nobre
onde a sabedoria  do  ler e escrever imperava
só lhe restavam guardar  os  livros que só em
ver lhe acalmava.

dedicada a minha  mãe - Jacira
um pouco da  sua História narrada em
poesia.

Sua filha
Lourdes
Te  amo lindinha !!!!!!!!
 
Lourdes
Enviado por Lourdes em 05/01/2006
Código do texto: T94791
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lourdes
São Paulo - São Paulo - Brasil, 52 anos
2 textos (163 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:51)