Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIVIANE ABREU, ESSE É SEU!

A poetisa que não conheço,
tem nas mãos muitos poemas,
rimas loucas, obcenas,
que seduz e assanham...

A poetisa que não conheço,
tem o encanto das sereias,
tem o brilho da lua cheia,
e alicia, tecendo teias...

A poetisa que não conheço,
vive sempre num mundo mágico,
trás feitiços escondidos,
e mostra prendas de meu agrado.

A poetisa que não conheço,
faz sexo com muita euforia,
no toalete, no chão, na cama
e no aconchego de quem lhe ama.

A poetisa que não comheço,
tem olhos ardentes plenos,
lábios carnudos, tenros
e um sorriso abusado,
encharcado de veneno!








paulo cesar coelho
Enviado por paulo cesar coelho em 13/01/2006
Reeditado em 12/02/2006
Código do texto: T98394

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
paulo cesar coelho
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
2587 textos (469651 leituras)
57 áudios (6063 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:39)
paulo cesar coelho

Site do Escritor