Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Até Um Dia Amigo!

          "Quero deixar aqui registrado todos os momentos que lembro de tí, coisas de você, como modo de falar e pensar, o que foi marcante em sua vida, e nós que aqui ficamos, nunca vamos esquecer desse cara, amigo de todos com vida simples falando gírias, mais de um coração maravilhoso. Assim é vida, pessoas como vc, vivem nessa terra o tempo suficiênte para marcar presença, pois na verdade o Senhor Deus queria-te para sua morada, por isso você partiu! "



          Queria ir dizer-te adeus, não consegui!
          Achei melhor guardar em minhas lembranças, as memórias de tí, tempos que não voltará mais.
          Quantas noites, nós sentávamos na porta de minha casa a conversar, falavamos de coisas, do codiano, política, histórias, fatos e acontecimentos de nossa cidade, você sempre alegre, fazia piada de tudo, mais quando o assunto era sério, como bom advogado vc dizia:- a lei não permite isso, pois  de tudo você tirava os prós e os contras, da cituação, como sua prosa era boa, varavamos noite a dentro a conversar, entre um cigarro e outro você e suas gírias, eu e minhas risadas, pois tudo sempre tinha uma piadinha pitoresca sua ou então uma exclamação como: -Pô meu! Se liga!....Bicho, cai fora é fria! Cara, se ta fora da realidade, cai na real! Se liga meu!....Bicho! E assim era você...
          Me lembro de um fato importante que marcou a sua presença, quando uma conhecida nossa, queria fazer um aborto, você na condição de Profissional, disse: -Não queira fazer de sua vida uma contravenção, seu crime será contra a sua vida a de seu filho, perante os homens e perante Deus!Eu não sou um cristão de carteirinha nem assíduo, mais sou um homem e como homem te digo, você não tem o direito de tirar o direito de seu filho viver, se não queria essa gravidez pensasse primeiro, prevenisse, agora que essa criança está aí, receba ame, ela precisa de seu amor, de sua vida para ser vida, de sua carne para ser carne, ame-a, então roube dela o direito de ter a você, e nem você de tê-la em seus braços. Diante desse argumento, ela deixou de cometer o crime do aborto hoje tem uma criança com cinco anos de idade, linda inteligente, graças a sua bondade de naquele momento receber a inspiração de e evitar o que até então era por ela decidido.
          Sabe amigo, nós somos aqui uma caixa de surpresa, quando nos damos conta estamos exercendo uma atividade em situação que nunca pensamos em passar, creio você com todo seu jeito extravagante de ser, foi para nós seus amigos o que de bom tinha-mos, e que cada um de nós temos de você atos como esse, de amizade, de sinceridade, de companherismo, de pureza de coração.
         Portanto assim foi você, e deixa em mim a saudades, as lembranças, e perdoa-me por não ter ido dar-lhe "Adeus", mais eu quero ter de você, o que sempre tive, a alegria das Gírias, o sorriso delicioso, o amigo admirador e admirado, por isso digo-lhe até breve, pois um dia nos encontraremos, para darmos continuidade a nossa amizade...Beijos Claudia


"A distância não separa amigos, ela apenas diminui a permanência, a morte não destrói a amizade, apenas separa por um determinado momento,pois um dia todos nos reencontraremos no Além"

Até um dia amigo!

Claudia Aparecida Franco de Oliveira/13/01/2006

lindamulher
Enviado por lindamulher em 13/01/2006
Código do texto: T98488
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cláudia Aparecida Franco de Oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lindamulher
Itirapina - São Paulo - Brasil, 57 anos
1582 textos (129613 leituras)
3 áudios (322 audições)
4 e-livros (303 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:08)
lindamulher