Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANJOS NA CALÇADA!

Há quanto tempo estou aqui?
Sentado na calçada, quase deitado...
Lentamente ia descendo a cabeça,
Braços cansados sentimentos rasgados
Frio, sono, fome, quanta humilhação!

Quanto tempo vai ser preciso
Para alguém se quer, olhar para mim?
Todos que passam...
Sabem que preciso de ajuda
Um pouco de atenção!

Quanto tempo não vejo meus filhos?
Nem lembro mais de como eles são...
Lembro-me dos sorrisos, da saudade,
Que por vezes, me afoga a alma,

Dos choros, e dos soluços do dia
Em que a mãe foi embora!

Assim, ia pensando o mendigo
Lembrando de como era sua vida
Antes da decisão fatídica
De deixar tudo para trás
Seguir sozinho!

Naquele momento, de olhos fechados
Com um único pensamento, invocou
A presença do divino!

Sentiu em sua cabeça
Já em solo postada
A suave brisa...

Uma voz macia
Acariciou-lhe os ouvidos
Venha... Levante, és livre agora!

O mendigo pode então, receber
Naquela ajuda, toda a atenção desejada!

Ao abrir os olhos percebeu um anjo
Olhou para o lado viu seu corpo desfalecido

Olhou para o anjo mais uma vez,
Sorriu e saiu voando...






































 
paulo cesar coelho
Enviado por paulo cesar coelho em 18/01/2006
Reeditado em 17/10/2015
Código do texto: T100498
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
paulo cesar coelho
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
2589 textos (470612 leituras)
57 áudios (6064 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:00)
paulo cesar coelho

Site do Escritor