Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PINTUDO.

Quando eu não conhecia mulher
Sexualmente falando,
Porque mulher agente homem
Não conhece não,
Eu queria ser um pintudo.

Imaginava ter um caralhão
Desses de filme americano
Desses que segurando com as duas mãos
Sobraria um bom bocado
Para aquele boquete molhado
Com batom.

Eu via cada pintão
Que até esquecia da xana
E não imaginava na época
Que existe xana larga e apertada
E que a maioria das mulheres
Não é larga não.

Quando conheci mulher,
Vi que elas pediam carinho,
Entre ai e ui, queriam jeitinho.
Mais toque e menos tranco.
De vez em quando uma pressão
Pra esquentar e arder de leve.

Contabilizando
As perdas e ganhos
Quem tem pintão sai perdendo
Quem tem pintinho pode ter sorte
Quem tem pinto fica como pinto no lixo
Se sabe fazer a coisa direito.





jose antonio CALLEGARI
Enviado por jose antonio CALLEGARI em 29/01/2006
Código do texto: T105531
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jose antonio CALLEGARI
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
475 textos (25275 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:22)