Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A LIBERDADE DE UMA PAZ

   
 A LIBERDADE DE UMA PAZ



Sai para procurar a paz,
e me surpreendi,
com a quantidade
de beleza que se espalham
pelos seus galhos,
colorindo cada momento
como se fosse uma estrela
cadente...

Cada olhar que encontrei,
reconheci uma esperança
da paz;
uns olhavam para o alto
e se admiravam com a
paz do infinito;
outros olhavam para frente
e enxergam a paz crescendo
no jardim da esperança;
uns olhavam para o lado,
deixando a paz passar
se perdendo no destino;
os que olhavam para
baixo, não enxergaram
a paz  tropeçando
em sua própria ignorância.

Aprendi que a paz,
não esta nas esquinas
da vida e nem presa
nas palavras, de um
palanque improvisado
de um discurso inútil.

A paz voa na delicadeza
de uma ave,
nas cores de um jardim,
a paz é delicadeza da vida,
ela nasce quando
o coração escuta as mensagens
do vento,
reconhecendo no sagrado das
orações,
o caminho que a paz
se encontrou
com o amor.
poeta da paz
Enviado por poeta da paz em 06/02/2006
Código do texto: T108780
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
poeta da paz
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 61 anos
3694 textos (146774 leituras)
186 e-livros (26764 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:43)
poeta da paz