Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Plutão na imensidão cósmica

Vejo breu sempre, há canção etérea reluzente,
em toda esta humilde pequenez eu brilho mais,
e meu fulgor diminuto ilude, mas de repente
esvoaça faíscas transcendendo cadência e paz!

Tenho uma consciência que extrapola a razão,
amo calado com meu coração de forte vulcão
que desencadeia uma energia hiper anormal,
riscando vãos siderais de luz transcendental!

Se querem me entender sejam meus termos opostos,
luz, treva, alegria, tristeza,derretendo no gelo
ou inflamando no fogo,  vou roubando pensamentos,
o beijo de energia máxima faz de mim grande elo!

Não  se permitam enfeitiçar baseados nas  lendas,
temendo a excentricidade cósmica que me invade,
aos passos lentos,  influencio toda a humanidade,
herdei a calma dominante para clarear alvoradas,

que surgirão mais lógicas e mutantes na salvação
da querida mãe-terra, tantas vezes  envelhecente,
mas prometo que domino toda a imensidade cósmica,
farei a vida mergulhar no limite do inconsciente,

clareando a descoberta que transmuta e transforma,
enfloresce  a renascença,  aproximando céu e terra,
cuidando para que o vulgar não ameace a nova era;
emoção e praticidade  interagindo no uno sistema!

Santos-16/03/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 16/03/2006
Código do texto: T123816
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23415 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:40)
Inês Marucci