Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM MUNDO SEM FRONTEIRA.

UM MUNDO SEM FRONTEIRA.

No silencio onde as batidas das asas
das gaivotas voam acima do mar,
as nuvens pintam o céu com o reflexo
prateado das águas,
esperando do horizonte a hora
da chegada do dourado,
quando o sol começa a se esconder
para atrás do mar...

Canoas bailando nas ondas,
esperam suas redes para viver na paz
da noite. Neste silencio
as estrelas, guiam o pescador,
que conhece a linguagem
do céu? É quando o pescador
lança seu sonho na esperança
encontrar o alimento de sua vida..

Quando a lua com sua
mais bela expressão,
se enche de brilho,
golfinhos pulam
em volta das canoas
para homenagear
o luar com suas
canções...

A distancia onde
mar faz fronteira
com horizonte,
a noite chega
na trilha dourada
que o entardecer
deixa no mar.

Para alegria
das gaivotas
que se despedem
do dia dançando junto
com o vento,
o céu se transforma
em um palco escutando
a sinfonia das ondas...
poeta da paz
Enviado por poeta da paz em 13/04/2006
Código do texto: T138227
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
poeta da paz
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 61 anos
3694 textos (146796 leituras)
186 e-livros (26764 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:40)
poeta da paz