Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A PEDRA


A doida da pedra
Que o louco atirou
Bateu na cabeça
Dos doidos da rua.
E eu vi à distância
Os doidos gritando
De fome. Era a guerra!
Não era uma pedra,
Pois sim, eram muitas!
E eu vi bombardeiros
Despejando mísseis,
Lançando remédio,
Comida e agasalho
Aos doidos da rua...
Que coisa bonita
Os mísseis em dádiva
Dádiva de pão,
Remédio e agasalho!

Senhores, eu vi
A fome esganada
Dos doidos comendo
Enquanto choravam,
Tremiam de medo...
E o fogo caía,
Nas bombas lançadas...
As bombas ou as pedras?
Senhores, eu vi!
A paz pedia misericórdia...

joaojustiniano@terra.com.br
www.joaojustiniano.net
 
João Justiniano
Enviado por João Justiniano em 15/05/2006
Código do texto: T156493

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Justiniano
Salvador - Bahia - Brasil, 96 anos
619 textos (19599 leituras)
13 e-livros (1027 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:09)
João Justiniano