Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



POETA OU PALHAÇO 


Fantástico coração assombrado
Imaginário, lúdico, insistente...
Como vaias soltas no alambrado
Formava versos pobremente

Da emoção que pretendia, risos
Das lágrimas quem pensava, sisos
Da tez em maquiagem, traço
A verdadeira rima, Palhaço.

Menos pela vontade em ser
Mais pela necessidade em ter
Tornou itinerante da vida
Desgraça como graça vencida.

Seja um ou outro, é fato
Poeta ou palhaço, insiste
Um ou outro..., é grato
Um pelo outro é triste
Jose Carlos Cavalcante
Enviado por Jose Carlos Cavalcante em 26/05/2006
Código do texto: T163744
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jose Carlos Cavalcante
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
730 textos (54083 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:28)
Jose Carlos Cavalcante