Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ciclos

Serà preciso viajar täo distante,
se quand'uma soluçäo se faz mistér
é do fundo da entraha latejante
que sai o buque de flor que se quer?,
 
näo que seja ela uma egocêntrica,
apenas se recata pela pura timidez,
preferindo a solitude que adocica
e torna grandiosa a sua pequenez!
 
Liberta aos céus do deslumbramento,
antagonicamente se ala à rala ramagem,
que embora a duble, sussurrante o vento,
sucumbe dublê pueril pedindo passagem
 
a tanto entulho que paira nefasto e ousa
enfartar a circulaçäo da alma caridosa,
estonteando-a, muitas vezes a sofrer
o que näo tem nenhum sentido de haver!
 
Enveredar pelo enlace das doces emoçöes
é uma razäo sufciente para desatar os nos,
que os làbios e ouvidos cerram às cançöes,
que o rabi dos Misérios compôs para nos!
 
Alvas, da casa sagrada vieram täo quietas,
embaladas nas aguas translucidas benditas,
vestiram-se de um corpo pardo apequenado,
 breve estio antecedendo o retorno sonhado!
 
Partidas temporarias conotam ensinamento,
exercitado em regressos onde encantamento
devassa as portas dos céus, desabrochando
riso sonoro divino, cabeças enflorescendo!

Grenoble-Fr-04/06/2006
 
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 04/06/2006
Código do texto: T169233
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23416 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:38)
Inês Marucci