Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Naquela Madrugada

Apago a luz, desligo tudo
E me deito pro sono me embalar
Comigo, no meio destes, está mudado
Silencio constante de espantar
Antes, na hora de dormir
Não me sentia assim, isolado
Adaptei-me forçado ao momento
E comecei a sonhar acordado
Não tão sonho assim, um pensamento...
Atordoado, comparando duas palavras
E nesta hora senti paz; é paz!
Já com o sono tão distante e lento
Com as horas que passava naquela madrugada
E voltei-me a discórdia que virou insônia
Mas paz, é diferente do silêncio,- ou não?
Ah! não sei. Há quem diz que sim
             Há quem diz que não
Eu fiquei maluco tentando dormir no silêncio
E descobri que para dormir
É preciso estar em paz... - peguei o controle...





André do A. Gomes
André A Gomes
Enviado por André A Gomes em 15/06/2006
Reeditado em 28/06/2006
Código do texto: T175938
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André A Gomes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
278 textos (8911 leituras)
1 áudios (320 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:27)
André A Gomes