Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOLUNTARIO DA PAZ

VOLUNTARIO DA PAZ

O amor se conhece
quando encontra
um colibri,
colhendo as
rosas que
minha alma
plantou,
neste mistério
que é ser voluntário
da paz...

Neste vale
que sombreia
a passagem
das águas que
seguem em direção
ao mar.
Habita o silencio
da paz de um jardim
onde seu perfume
atrai os beijos
dos colibris...

Em cada galho
um recanto de amor
se múltipla com
as cores que se espalham
entre este mundo mágico
onde o amor é cultuado
em cada habitante
deste universo
onde a vida
carrega a paz...

Por onde o vento
passeia sendo seguido
por colibris,
o mundo se renova
a cada beijo
que um flor doa
quando se encanta
com uma flor










poeta da paz
Enviado por poeta da paz em 22/06/2006
Código do texto: T180576
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
poeta da paz
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 61 anos
3694 textos (146764 leituras)
186 e-livros (26763 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:42)
poeta da paz