Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PAZ e AMOR

Por que não falar de amor?
Ainda que muitos professem sobre o horror,
Fazendo pairar a desolação, causando assombração.

Tapando-se os olhos lacra-se o coração,
Nos mantendo mudos diante da comiseração.
Dissimulando-nos de surdos, não se ouve o refrão:

Paz e amor.

Necessário se faz sensibilizar desde da mais tenra infância.
Conflitos, guerras... São processos brutais da intolerância.
Na esperança... Faça-se uníssona a conclamação:

Paz e amor

Ainda que rufem os tambores da destruição e que
Traga desalento o bestial terror.
Por que não propagar o amor e proclamar a paz?

Se em muitos cantos há pavor e dor em
Míseras procissões em ritmado dissabor.
Por que não cantar louvor, consoante a paz e ao amor?

Não importa que muitos se riam.
Alguns desses nem atinam e outros não querem saber...
Mas, porque não ritmar o louvor, difundir o amor e concitar à paz?

Que sirva de elo o pequenino refrão aos povos e às nações.
E a uma só voz, em alto e bom tom, que o eco siga veloz.
Unificando ideais, desarmando empedernidos corações.
Paz e amor.
Cláudia Célia Lima do Nascimento
Enviado por Cláudia Célia Lima do Nascimento em 23/06/2006
Reeditado em 06/09/2006
Código do texto: T181213

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Célia Lima do Nascimento
Luziânia - Goiás - Brasil, 51 anos
476 textos (16061 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:42)
Cláudia Célia Lima do Nascimento