Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chuva de benção

Doce chuva que lavou cacho d’encardidas estrelas,
caiu sobre meus olhos arando esperanças rasgadas
e meus sonhos de pedra os amoleceu todos no mel,
chove mansa,semente sulcando na terra o meu céu!

Santa sonata de sussurros, juncando voz à melodia
segue seus coriscos luzindo nas ravinas celestiais
e piscando em meus olhos seda ao sonho que fugia
por entre murmúrios,a viver n'oculta florescência!

Os pingos dessa chuva, sementes semeando searas,
vão fincando no céu do meu chão seu traje fecundo,
costurado co’as muitas mãos do Deus das criaturas
que aos clamores e louvores jornadeiam sonhando!

Oxalá a rica chuv'aventureira d’esplendor sidério
indulte a desventura mais sanguinolenta e imunda,
abrindo cada porta da conquista imortal e oriunda
do céu, qu’aninha nossos céus em risonho mistério!

Vem co’essa chuv’a passarada, a melodia: é Benção!
e quando Mistérios entregam o bordão de pujanças,
as recordações translúcidas enflorescem as cabeças,
pois trouxe o azul da Nostalgia  o DEUS da paixão!

Santos-SP-18/07/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 17/07/2006
Código do texto: T196206
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23416 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:39)
Inês Marucci