Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O grito da paz

Se formou o grito.
No meio da multidão
Eu vi uma mulher
Ser atingida no coração.

A vida agora
Coisa tão comum.
Cada morte
Não tem valor algum.

A inocencia foi alvo
Da mais bruta e dura realidade
Por ai correm os povos
Debaixo da cidade.

O grito ainda não se formou.
Ainda não se protestou.
Ainda não se clamou.
E o povo so chorou.

Papagaio
Enviado por Papagaio em 06/08/2006
Código do texto: T210300
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Papagaio
São Lourenço - Minas Gerais - Brasil, 25 anos
25 textos (913 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:50)
Papagaio