Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GUERRA

Os homens travam suas guerras
E arrastam sorrisos congelados
Desde o lúgubre tempo da bomba
Ou da bala, até o vácuo de terra
Que acolhe suas crianças mortas,
Último berço,
Definitivo colo, de sombra.

Os homens escrevem manuais,
E levam suas palavras assassinas
A outros homens, sábios sádicos
Que ensinam em suas páginas vermelhas,
Mil mortes.

Para as dores, nenhum vocábulo,
Nem parênteses.

Os homens matam os homens
E destroçam as crianças,
Abrindo gritos de loucas
Em bocas, antes maternas
Agora roucas pela poeira
Deixada por bombas, balas,
Baques emudecedores
De qualquer humanidade

Os homens e suas guerras
Parem dores em parto
De morte e ecos de dor.
Parem, parem a guerra.
Parem.
Paz!
Saramar
Enviado por Saramar em 09/08/2006
Código do texto: T212431
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Saramar
Goiânia - Goiás - Brasil
89 textos (7949 leituras)
1 áudios (526 audições)
2 e-livros (352 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:58)
Saramar