Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um paraíso


O que faço essa escuridão terrível
Preciso de uma luz
Mesmo que seja de um vaga-lume
Entre rios, lagos e caminhos estreitos.
Cheios de curvas, encostas e montanhas

Em cada piscada darei um paço
Mantendo o ritmo
Continuo sem parar
O vento mais frio
Aumenta!
Não temo, a pequena luz continua a me guiar.

Sempre à frente, diante de mim,
Aqui parece tudo tão calmo
Quando aparece um vulto
Tudo fica parado, quieto
São voadores noturnos

Quando sinto um cheiro
São fragrâncias que se exalam
Durante a noite
Espalhando-se pelo caminho
A caminhada é longa

Não importa, não tenho pressa
No céu a brilhos ofuscantes
São belas não param de brilhar
As pequenas luzes vão se apagando
A noite escura se transforma.

Vejo o caminho percorrido,
No caminho, outros passos,
Outros que por aqui passaram,
Talvez seguisse essa pequena luz
Neste há vegetação rasteira

Bem mais à frente uma árvore,
Ela é frondosa, imponente.
Eis aqui um lugar calmo,
Somente ouço pássaros
E o próprio vento.

Tudo é belo, feito por grande projetista
Este pensou na paz e no amor
Neste lugar o coração não sente dor
Nos olhos, lágrimas de alegria
em fim um paraíso.
Andradep
Enviado por Andradep em 11/08/2006
Código do texto: T214125
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Andradep
Portugal
90 textos (4930 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:15)
Andradep