Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Contemplação

Encostou a mão de leve
Na face oculta de uma vidraça
Um pouco velha e sem importância
Mas carregada de experiências
Tão vastas que deixavam suas marcas

Mãos que depois de ficar ali
Escorregaram pelo leve toque
Nas entranhas frias e inertes
Do mesmo corpo já um pouco morto
Num suspiro de alegria

As mesmas mãos que atavam no tempo
Algum mistério profundo e eloqüente
Agora pareciam crianças inocentes
Com a face rosada e cheia de sardas
Como bailarina que dançava a vida

Esse ritual velado pelo vento
Coberto de véu branco e macio
Foi a primeira necessidade
De fechar os olhos e sentir de leve
Que entregara a alma lívida

Elevou-se em contemplação
Saltou um leve suspiro
E mirou com cuidado a lua linda
Levantou
E foi andando pela beira do mar
Lady Sophia
Enviado por Lady Sophia em 05/10/2006
Código do texto: T257091
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lady Sophia
João Monlevade - Minas Gerais - Brasil, 25 anos
147 textos (6552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:02)
Lady Sophia