Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FALANDO DE PAZ E AMOR

FALANDO DE PAZ E AMOR
Jorge Linhaça

Me pediram para falar de paz
mas sou poeta e sou guerreiro
não fujo à refrega nunca, jamais
e se preciso...atiço o vespeiro

A poesia para mim é movimento
são palavras a mover emoções
são o efervescer dos sentimentos
são o início das revoluções

Essa história de poeta bonzinho,
compassivo, escondido no escuro,
que passa pela vida bem quietinho
sem descer jamais de cima do muro

É boa lá para outras tantas pessoas,
para mim a poesia tem mil bandeiras
pois a poesia quando é boa ressoa
Faz e desfaz universos e fronteiras

Mas se é para falar realmente de paz
fale-mos da luta paradoxal de obtê-la
pois quem na verdadeira paz se compraz
há de por certo saber como fazê-la...

Pois como um grade mestre falou
Numa síntese do mais puro amar:
A minha paz hoje eu voz dou,
porém não a dou como o mundo a dá!

* Esta poesia fez parte do painel sobre paz, amor e natureza
apresentado pela mesa composta pelos Poetas del Mundo
no Congresso Brasileiro de Poesia em Bento Gonçalves.
Jorge Linhaça
Enviado por Jorge Linhaça em 14/10/2006
Código do texto: T264174
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Linhaça
Salvador - Bahia - Brasil, 55 anos
3723 textos (711068 leituras)
95 áudios (13093 audições)
1 e-livros (277 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:43)
Jorge Linhaça