Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONO

Meus olhos não estão alegres
Meus olhos não estão tristes
Meus olhos só estão...
Parados fitam a paisagem
Verde mata ao encontro do céu.
Paisagem,
Densas nuvens encobrem a alegria
De ver-te sol
Ver-te dia.
As folhas balançam
As folhas são fulgases
Sem mais nem menos,
Sem cerimônia
Sem tir-te nem guar-te
Os olhos se cansam, por longo período,
As pálpebras encobrem a retina.
Sono e sonhos,
Delírios febris
Titela da vida é ter-te nos braços,
Cansaço, já falido corpo;
A Mórfeu entregue.
Consumatun est.

Tucuruí, 18/06/2006.
Divina Reis Jatobá
Enviado por Divina Reis Jatobá em 14/10/2006
Reeditado em 07/07/2008
Código do texto: T264311

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Divina Reis Jatobá
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 55 anos
289 textos (39970 leituras)
6 áudios (1218 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:53)
Divina Reis Jatobá