Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apenas descansar...



17.09.06


Vem, sono gostoso,
Vem, me faz repousar
Leva meu cansaço contigo
Deixa-me só descansar

Embala meus pensamentos,
Hipnotiza, embriaga, me acalma
Quero esquecer minhas dores, amores,
Dá um pouco de paz à minha alma

Quero me deitar e me deixar embalar
Por doces pensamentos de paz
Depois de mais um dia ter amado, vivido,
Agora quero o descanso que tanto me apraz.

Esquecer as dores, saudades doídas
Acalmar-me enfim para continuar a esperar
Esperar que tudo de bom venha logo
Não sofrer por ter que ainda aguardar

Enquanto acordada, sorrio,
Tento não me deixar abalar
Levo tudo na boa, na flauta,
Mas às vezes é difícil de suportar

Sei que essa vida é um palco
Atores, vivemos a representar
Como todos, faço o possível
Quero deixar meu melhor para alguém lembrar

Mas mesmo os palhaços se cansam
E os cães, de abanarem seus rabinhos
Que diria eu, só uma mulher aprendendo,
A conseguir na vida seguir meus caminhos!

Então vem, sono querido,
Faz-me descansar e esquecer
Me embala e me leva além
Deixa minha essência reviver...

E se durante esse sono
Eu não mais despertar
Obrigada, fico feliz desde já
A minha espera termina, posso enfim sossegar.

Não me interpretem mal,
Não desejo nada além do que me cabe
Mas sei que meu papel terá sido cumprido
E quando ele termina, a Vida bem o sabe.

Eu sempre vivi intensamente
Amo, brinco, rio e choro
Aprendo a cada dia a magia da vida
Por isso até pelo descanso eu imploro

Sei que tudo acontece
Como, quando e onde deve
Mas também não é errado
Querer uma carga mais leve

Sou feliz, amada e livre
E por isso todo tempo agradeço
Tenho por todo o Universo
Um grato e inestimável apreço

Mas queria tanto descansar!
Nem que for apenas um pouquinho
Então vem, sono tranqüilo,
Dá-me alento, mesmo que pequenininho...
Edilene Barroso
Enviado por Edilene Barroso em 16/10/2006
Código do texto: T265518

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Edilene Barroso
Campinas - São Paulo - Brasil, 53 anos
192 textos (21461 leituras)
12 áudios (4784 audições)
5 e-livros (337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:19)
Edilene Barroso