Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vozes do vento

No espectro idêntico ao ar de fantasia
Voa esse meu espectro imortal.
Na minha cobiça sempre tão infeliz
Encontram-se tiras de amor sem igual.

No seu invisível e meigo balanço
Desfaço o meu suor e meu cansaço
Quando em suas asas, quieto, me ponho
A restaurar o meu sorriso e sonho.

Ele é às vezes tormento dos meus cabelos,
Nas tardes quentes, sempre que busco
O seu murmúrio para descansar.

Fico como um poste, sereno e com o coração
Nas profundezas do meu âmago
Para ouvir e senti-lo, com amor e paixão.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 20/11/2006
Reeditado em 20/11/2006
Código do texto: T296403
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79551 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:34)
R J Cardoso