Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM MINUTO DE SILÊNCIO


          Acordo, penso que sou anjo
          Ainda vejo, posso ver...
          Estrondo de bombas ecoam
          Ainda por todo meu ser
          Um amigo me chama
          Ele parece uma luz
          Éter, visão, não sei explicar
          Toco meu corpo todo
          Está tudo no lugar
          Posso respirar...andar
          Agradeço por estar bem
          Sobrevivente de exagerada brutalidade
          Da violência que assola
          Em vãos holocaustos
          Para aplacar a ira dos deuses
          Usam altares da atualidade
          Onde escorrem sangue de inocentes
          Aos olhos da humanidade
          Lavando com sangue suas mãos
          Acreditam quitar débitos de tempos idos
          Tempo perdido, pois acumulam mais e mais
          O irmão que fala comigo, chora
          Ele não pode mais o corpo tocar
          Pois este jaz sob escombros
          Tento consolar, ele pede oração
          Não por ele, pelos demais
          Ele ainda consegue chamar de irmãos
          Paz ao que se esqueceram do coração
          Um minuto de silêncio
          Para que possam se prostrar
          No altar de suas próprias consciências


          DIANA LIMA, SANTO ANDRÉ/SP, 21/07/2005
Diana Lima
Enviado por Diana Lima em 21/07/2005
Código do texto: T36549
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Diana Lima
Santo André - São Paulo - Brasil
152 textos (52795 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:48)
Diana Lima