Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A PAZ QUE SEMPRE PROCUREI

A PAZ QUE SEMPRE PROCUREI

A paz que sempre procurei,
nas esquinas da vida,
nos amores do destino,
nos templos construídos
pelos homens; foi pura ilusão
feitas por palavras
que em troca oferecem
uma riqueza paga com sacrifício
da dor, que o destino reserva
para começar a jornada
do conhecimento da natureza
da própria evolução

A paz que sempre procurei
encontrei-a habitando em meu
coração, quando decidi,
que o mundo é somente
um trampolim para o divino
que dentro de meu coração
me aconselha a seguir minha
intuição....

Mesmo nos tormentos do caos
que o mundo físico oferece,
me recolho em meus pensamentos,
muitas vezes acompanhada de lagrimas
par poder encontrar no silencio
de meu pensamento a paz
que sem procurei...




poeta da paz
Enviado por poeta da paz em 05/10/2007
Código do texto: T681621
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
poeta da paz
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 62 anos
3694 textos (148175 leituras)
186 e-livros (26798 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 09:50)
poeta da paz