Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidão, adeus!

Não fazes parte de mim...
Respeito tua dor...
Sei que vieste de um pranto,
sufocado por amor!
Já não vives do meu lado,
és passado  ultrapassado...
Meu conselho para ti:
não procures mais por mim...
Vivo a vida tão feliz...
Só o bem quero prá mim...
És o lado machucado,
um espelho já quebrado,
uma dor que teve fim...
Quando nos braços do amor,
mesmo que seja só querido,
sem pensar que um ferido
coração quer se achegar...
Não, solidão, me desculpa
não sou eu quem tu procuras...
Se um dia me abraçaste,
há muito de tua arte,
não compartilho meus versos...
Quero luz, quero visão,
quero, apenas, alegrias...
Quem tem Deus no coração,
cedo ou tarde, se despede
desta dor que irradias...
Seja feliz, Solidão,
eu te abençôo por fim...
Até louvo tua dor,
mas fiques longe de mim...
(às 12:56 hs do dia 27/10/2007)
Mariza Monica Antunes de Carvalho
Enviado por Mariza Monica Antunes de Carvalho em 27/10/2007
Código do texto: T712192

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mariza Monica Antunes de Carvalho
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 70 anos
288 textos (12658 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 15:58)
Mariza Monica Antunes de Carvalho