Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PIPA

Pipa
 
E onde me encontro
Olho para trás
E sei que cresci
Agora acho que amo
Vivo com o que me apraz
 
Divido o que tenho
Devido ao que sou
Faço isso tranquilamente
Não estou mais preso
Veja como estou
 
Não sou dependente
Mas não vivo só
Amo como deveria amar
Estou como deveria estar
Não condição maior
 
Eu não temo morrer
Estou levemente  livre
Vejo o que sinto com clareza
Existo pelo que sinto
Eu não temo viver
 
 
Aluísio Bórden
Enviado por Aluísio Bórden em 11/11/2007
Código do texto: T732527

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluísio Bórden
Teresina - Piauí - Brasil, 43 anos
232 textos (10605 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 06:18)