Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Onde exala o amor...

Em cada gotícula de sereno, em cada flor que desabrocha no jardim da vida.
Na mão estendida, no abraço caloroso, no sorriso gostoso de canto a canto da face.
Da entrega total sem ver a quem, no caminhar da criança, no olhar afetuoso do ancião, no adolescente descobrindo o amor...
O amor exala um perfume raro, bálsamo do céu, óleo perfumado derramado sobre a fronte, escorre pela pele, penetra na alma, aflora nos lábios que conduz a verdade, no olhar humildade, espalha pelo ar, semeando a paz entre os homens, germinando na canção do alvorecer, cantada em hinos de passarinhos que fazem seus ninhos no alto das árvores.
O amor exala, no alimento que sustenta, circula pelas veias, percorre trilhas escondidas no íntimo do ser humano, a fé que move o mundo, cura feridas expostas, sangra e pinga no chão.
O amor converte vidas perdidas, segue outro destino, caminho estreito e cheio de espinhos, mas os que vencem a batalha mediante a fé em Cristo, recebe de presente a vida Eterna ao lado do criador.
O amor maior de todos, passa por cima dos defeitos, e vê através do véu o Cristo , eliminando a cegueira espiritual.
O criador de todas as coisas conhece perfeitamente desde a primeira estrela do firmamento e chama cada uma delas pelo nome, esse amor se manifesta em cada perfume de flor e textura de folhas verdes, espalhados pelos campos, e balançam com o vento na perfeita sintonia.
As gaivotas dançam sobre o mar azul, o farol de luz ilumina a noite escura feito os olhos do criador.
No choro da criança ao ver o primeiro raio de luz, na lágrima da mãe de dar a luz.
O amor exala algo precioso, explode em mil pedaços, na ternura do afago na face, no beijo que cala qualquer fala, nas mãos entrelaçadas e seladas, na jura de amor eterno.
O amor é a garantia da existência de um Deus todo poderoso, que tudo vê, conhece perfeitamente sua criação, está na respiração, no pulsar do coração, no piscar dos olhos, na testa que transpira, na mão que enxuga o suor, nas palavras ditas com sabedoria e na hora certa, consolo apropriado.
O amor exala nas amizades verdadeiras mesmo a longas distâncias, que espera um pequeno sinal de vida e desabrocha em um sorriso, carrega no colo com palavras simples e repetidas.
O amor somente é possível, quando quero o bem, sem ver a quem, sem prender com chantagens infantis, o amor é liberdade de ir e vir com os próprios pés em Deus tudo esperar, crer fielmente de que o dia de amanhã, será melhor que o hoje, mas que o hoje eu posso ser feliz e você também, pelo simples fato de estarmos juntos, sinto a sua presença ao meu lado esquerdo do peito e de lá, está guardado num cantinho apropriado só pra você...

Eu sou feliz pelos simples fato da sua existência!


Escrito em 2005.
Por Águida Hettwer
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 07/01/2006
Código do texto: T95801

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1260 textos (116575 leituras)
15 áudios (2140 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:38)
Águida Hettwer

Site do Escritor